Base no R.E. Caiman – Projeto Arara Azul

Base no R.E. Caiman – Projeto Arara Azul

Base no R.E. Caiman – Projeto Arara Azul

Em 1998, a convite do Sr. Roberto Klabin, foi inaugurada a primeira Base de Campo do Projeto Arara Azul no Refúgio Ecológico Caiman, na sub-região do Pantanal de Miranda. Essa base, que foi um marco para o Projeto, consistia numa casa de funcionários e um Centro de Visitantes. Assim, foi possível agregar outras pessoas ao trabalho, pois até então o Projeto dependia exclusivamente de Neiva Guedes, única pessoa que conhecia todos os ninhos e desenvolvia, praticamente sozinha, as atividades de campo. Tendo como Base a Caiman, mais de 15 fazendas são monitoradas na região. Além de ser um ponto de partida para viagens a regiões mais distantes do Pantanal.

Anualmente, o Projeto Arara Azul recebe vários visitantes, todos muito importantes! Mas podemos destacar alguns conhecidos: O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e família; o ator de Hollywood Harrison Ford; o ex-Governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli; o Príncipe do Japão, Akishino, e esposa; o Ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho e família; o Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja e esposa, entre outros.

Em 2012, a base do Projeto Arara Azul, que ficava na sede do R. E. Caiman foi transferida para o Retiro Novo, distante a 17 km da sede. Com infraestrutura independente, confortável e capacidade para hospedar até 8 pesquisadores. Possui cozinha, sala de TV, escritório, amplo refeitório, um pequeno laboratório para avaliações biológicas preliminares e um Centro de Visitantes.

Os hóspedes do Refúgio Ecológico Caiman, podem conhecer as atividades do Projeto Arara Azul, e realizar o turismo de observação, colaborando com a pesquisa. Também, na Recepção do R.E.C, poderão adquirir produtos exclusivos do projeto, contribuindo com suas ações. Saiba como acompanhar os pesquisadores de campo do Projeto Arara Azul, aqui.

Base na Pousada Araraúna

Desde 2000, quando a UNIDERP adquiriu a Fazenda Santa Emília, no Pantanal de Aquidauana e montou o IPPAN – Instituto de Pesquisa do Pantanal, foi disponibilizada mais uma base de campo para o Projeto Arara Azul. Posteriormente, foi construída a Pousada Araraúna, que servia de base não só para o Projeto Arara Azul, mas para diversos outros projetos realizadas por pesquisadores e associados da UNIDERP. Em 2006, foi inaugurado o Centro de Visitantes do Projeto Arara Azul na Pousada Araraúna.

Além de visitantes ilustres como ministros, presidentes da CAPES e Conselho Nacional de Educação, a Pousada Araraúna recebeu estudantes universitários do Brasil e exterior. Tendo como base a Pousada Araraúna mais sete fazendas eram monitoradas na região.

Em 2008 a base de campo do Projeto Arara Azul foi desativada, em virtude da venda da Propriedade. Atualmente, a Fazenda Santa Emília é administrada pelos novos proprietários Deborah Foltran e Paulo Orsi, que reativaram o Refúgio Ecológico Araraúna. Em 2016, houve o interesse da nova gestão em retomar a parceria com o Projeto Arara Azul e houve a visita da equipe do Instituto Arara Azul para avaliar a viabilidade.

Ver mais em: http://refugioecologicoararauna.com.br/

Deixe seu comentário!

Veja Mais
  • Capítulos de livros
    Capítulos de livros
    27 de dezembro de 2019
  • Monitoramento sanitário em filhotes de Araras-azuis no Pantanal
    Monitoramento sanitário em filhotes de Araras-azuis no Pantanal
    6 de março de 2020
  • Revistas Internacionais
    Revistas Internacionais
    27 de dezembro de 2019
  • Ponto de cultura FuturaMente
    Ponto de cultura FuturaMente
    6 de março de 2020
  • Revistas Nacionais
    Revistas Nacionais
    27 de dezembro de 2019
  • Análise de metais pesados em Araras Azuis
    Análise de metais pesados em Araras Azuis
    6 de março de 2020
  • Estudo sobre o Manduvi
    Estudo sobre o Manduvi
    6 de março de 2020
  • Morcegos associados aos ninhos de Arara-azul no Pantanal
    Morcegos associados aos ninhos de Arara-azul no Pantanal
    6 de março de 2020
  • O Pantanal
    O Pantanal
    10 de fevereiro de 2020
  • Áreas de estudos do projeto
    Áreas de estudos do projeto
    27 de dezembro de 2019
Translate »
Scroll Up