Estudo sobre maracanã-de-colar

Estudo sobre maracanã-de-colar

Estudo sobre maracanã-de-colar

Biologia e conservação da maracanã-de-colar (Propyrrhura auricollis) no Pantanal de Mato Grosso do Sul.

Equipe: Grace F. da Silva, Gláucia Seixas e Neiva Guedes

A maracanã-de-colar (Propyrrhura auricollis), é um psitacídeo de médio porte (38-41 cm de comprimento total) que tem como principal característica morfológica a penugem amarela que cobre o dorso em volta do pescoço formando um colar. Vive em capões e matas de galeria e ocorre no Pantanal (estados do Mato Grosso do Sul e Mato Grosso), Paraguai, Bolívia e Argentina (Sick 1997). É uma ave sedentária que estacionalmente realiza pequenas migrações em algumas regiões, geralmente aos pares ou em pequenos grupos. São observados grandes grupos somente quando se aglomeram em dormitórios comuns para pernoite e em zonas com água e alimento abundante. Alimentam-se em árvores, arbustos e ocasionalmente descem ao solo a procura de sementes, água etc. Voam rápido e direto (Forshaw, 1989). Na região do Pantanal de Miranda e Aquidauana é vista aos pares e em bandos, se alimentando ou em pequenas cavidades de árvores.

Não há estudos sobre a população e reprodução de maracanãs-de-colar no Pantanal Sul. Desde 2005 a bióloga Grace Ferreira da Silva, apoiada pelo projeto Arara Azul, estuda as características reprodutivas e sítios de nidificação desta espécie. O objetivo desse estudo é gerar conhecimentos sobre a biologia reprodutiva e status da população, provendo ações futuras de manejo e conservação para a espécie no Pantanal, além de buscar a conscientização da população local e dos turistas que visitam esta área.

Até o momento, foram monitorados 12 ninhos no Refúgio Ecológico Caiman e entorno (Pantanal de Miranda) e 01 ninho na região do Pantanal de Aquidauana. Parte destes ninhos são acompanhados em parceria com a zootecnista Gláucia Seixas, coordenadora do projeto papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva), uma vez que as maracanãs-de-colar utilizam as mesmas cavidades que os papagaios-verdadeiros nesta região.

Para mais informações, entre em contato pelo e-mail gracemacaw@yahoo.com.br

Deixe seu comentário!

Veja Mais
  • Vocalização das araras azuis
    Vocalização das araras azuis
    6 de março de 2020
  • 27 de dezembro de 2019
  • Estudo sobre o Manduvi
    Estudo sobre o Manduvi
    6 de março de 2020
  • TV & Video
    TV & Video
    27 de dezembro de 2019
  • Monitoramento sanitário em filhotes de Araras-azuis no Pantanal
    Monitoramento sanitário em filhotes de Araras-azuis no Pantanal
    6 de março de 2020
  • Palestras
    Palestras
    10 de fevereiro de 2020
  • Monitoramento de uma população de araras-azuis no Mato Grosso
    Monitoramento de uma população de araras-azuis no Mato Grosso
    6 de março de 2020
  • Ponto de cultura FuturaMente
    Ponto de cultura FuturaMente
    6 de março de 2020
  • 27 de dezembro de 2019
  • Revistas Nacionais
    Revistas Nacionais
    27 de dezembro de 2019
Translate »
Scroll Up