Skip to main content
Espécies

Arara-canindé

(Ara ararauna)

São araras grandes, podendo medir até 86 cm e pesar entre 995 a 1380 g. A parte superior do corpo possui a coloração azul e a inferior amarela, possui fileiras de penas faciais pretas e garganta também preta.

Status de conservação

Considerada Pouco Preocupante (LC) pela IUCN e pelo MMA (2018).

Fonte: IUCN

Galeria

Distribuição geográfica

Panamá, Colômbia, Guianas, Equador, Peru, Bolívia, Paraguai e Argentina. No Brasil ocorrem na região norte, centro-oeste, Bahia, Minas Gerais e São Paulo. Desde 2002 vive na cidade de Campo Grande, capital de Mato Grosso do Sul, onde é facilmente observada.

Habitat

Várzeas com buritizais, babaçuais e beira de mata

Alimentação

Frutas e sementes na sua maioria de palmeiras.

Ameaças

Não se encontra em perigo iminente. Mas como a maioria dos animais brasileiros, essa espécie apresenta problemas localmente, ou seja, é abundante em alguns locais e em outros não é muito frequente, pois a destruição do ambiente nesses locais afastou as araras. É muito encontrada em cativeiro.

Mapa de distribuição

Fonte: IUCN

Taxonomia

Classe: Aves

Ordem: Psittaciformes

Família: Psittacidae

Gênero: Ara

Espécie: Ara ararauna

Nome comum: Arara-canindé; Arara-de-barriga-amarela.

Outras araras

Ajude a manter as araras livres na natureza

SEJA UM PADRINHO E ADOTE UM NINHO OU UM FILHOTE